quarta-feira, 26 de abril de 2017

Autista têm direito a vacina contra gripe?



Todo ano quando se inicia a campanha de vacinação contra a gripe eu vejo mãezinhas com dúvidas e perguntando em grupos diversos se o filho autista também tem direito a vacina já que ela não é aplicada na população em geral, geralmente apenas em um grupo seleto com algumas prioridades. Pois bem, por isso resolvi escrever este post para informar que sim, crianças e adultos autistas tem direito a vacinação contra gripe sim. A campanha que já se iniciou diz-se que devem ser prioritariamente vacinado:

  • Crianças de 6 meses a menores de 5 anos;
  • Gestantes;
  • Puérperas; (Mulheres que tiveram parto em até 45 dias)
  • Trabalhadores da saúde;
  • Povos indígenas;
  • Indivíduos com 60 anos ou mais de idade;
  • População privada de liberdade;
  • Funcionários do sistema prisional;
  • Pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis;
  • Pessoas portadoras de outras condições clínicas especiais (doença respiratória crônica, doença cardíaca crônica, doença renal crônica, doença hepática crônica, doença neurológica crônica, diabetes, imunossupressão, obesos, transplantados e portadores de trissomias).



As Pessoas com Deficiência FAZ parte do GRUPO de RISCO SIM! E Autismo é uma deficiência, portanto se encaixa nesse grupo SIM!

  • Leis Federais que Garantem aos atendimentos e prioridades para Pessoas com Deficiência, Idosos, Gestantes e Grupo de Risco.

Lei N.10.048/00 Art. 1º,  Prioridade de Atendimento a Deficientes, Idosos e Gestantes . 
Lei nº 10.741/03, Artigo 15, Parágrafo 4º.
Decreto nº 5.296/04, Artigo 5º.
PARECER CFM/CREMEC nº 27/2009 
Agencia Nacional Saúde: Cód. (E-EQI-02) Medidas para garantir nos atendimento a prioridade às pessoas com deficiência.



Basta apenas as pessoas com deficiência apresentarem um Laudo Médico com (CID)  tipo da deficiência. Eu levo o Miguel todos os anos para vacinar, na verdade até hoje nunca precisei mostrar o laudo, apenas digo que é autista e já o vacinam, mas eu sempre estou com o laudo na bolsa para caso seja necessário. Caso tenha algumas dificuldades, porque as veze tem "profissionais" que adoram dificultar a  nossa vida e acham que autismo não é deficiência, ou que por não estar estampado no rosto e não ser nada físico, não querem vacinar,  solicite e exige os cumprimentos das Leis Federais, ou Denuncie no Ministério Público e ou Defensoria Pública de sua Cidade! Algumas pessoas relatam que até mesmo as mães conseguiram a vacina por ser mãe de uma criança especial, nesse ponto não posso afirmar, eu sempre tomei porque tenho bronquite e asma, por isso nunca perguntei sobre mãe especial também ter direito, mas de qualquer maneira não custa nada perguntar no posto de saúde que você costuma frequentar.

A vacina pode ser útil para qualquer pessoa, porém  em razão do maior potencial de benefícios, alguns tem prioridade. 

Nessa fase da campanha também surge os inúmeros boatos que a vacina contém uma grande concentração de mercúrio que causaria autismo, e algumas mães relatam que não vacinam o filho autista porque altera o comportamento da criança. Bom cada criança autista é unica, portanto é difícil falar em geral, mas aqui em casa eu sempre vacinei o Miguel e nunca percebi nenhuma alteração de comportamento, por isso nunca deixo de vacinar, já fomos na semana passada, eu tenho a minha opinião de achar que o vírus H1N1 é muito sério e eu prefiro não correr o risco de deixar meu filho ter esse vírus, afinal autista ele já é, e não vai deixar de ser, independente dessa vacina ou não,  então prefiro preveni-lo dessa gripe do que correr o risco de vê-lo contaminado.


"Me lembro muito bem de a uns 3 anos atrás que falaram tanto que eu não deveria levar o Miguel que eu até fiquei em duvida e conversei com a neuropediatra que acompanha o Miguel e ela me afirmou que eu deveria sim vaciná-lo e que isso não traria alteração nenhuma no comportamento dele e foi o que eu fiz, porém respeito a decisão dos pais que preferem não vacinar o filho afinal cada um busca o que acha o melhor para o seu filho, cada um tem um modo de pensar. Fiz algumas pesquisas sobre o assunto e em seu site, a Fiocruz aponta que a OMS (Organização Mundial da Saúde) defendeu o conservante para o uso em vacinas, baseando-se em estudos que concluíram não existir evidências de contaminação em crianças ou adultos expostos ao mercúrio, e que as vacinas que contêm essa substância não aumentam a quantidade de mercúrio no organismo, pois este é expelido rapidamente e não se acumula em caso de repetidas injeções. *Vou deixar o link para quem quiser saber mais, Clique aqui .



Diz-se que não é necessário vacinar a todos porque em uma doença infecciosa, basta que um limiar de pessoas seja vacinado para que as outras estejam protegidas. Por isso as doses disponíveis são direcionadas para os grupos sob maior risco da doença ou mais importantes na transmissão dela. Se você faz parte deste grupo, ser vacinado implica em se proteger e proteger os outros. E tome cuidado, ao Repassar uma mensagem de que vacinas são perigosas sem ter certeza do que ela afirma, afinal isto contraria a opinião da maioria absoluta dos agentes de saúde do mundo inteiro, e pode estar dando chance para que a gripe mate quem estaria protegido. Cada vez que você faz isso,  o influenza pode realmente matar uma criancinha. Existem várias e são várias mesmo, pesquisas de que autismo não está relacionado a vacinas. Bom, como eu já disse, cada um tem uma opinião, buscamos sempre o melhor para nossos pequenos, e as vezes podemos sim errar tentando acertar mas as vezes também acertamos e cheio, não dá afirmar quem está totalmente certo, talvez um dia tenhamos uma resposta concreta, e não estou aqui para criticar ninguém, vamos seguindo buscando o melhor para nossos filhos, decidindo por vacinar ou não, demonstramos de qualquer maneira que amamos e buscamos sempre o que achamos que será melhor hoje e amanhã... 




VOCE TAMBEM PODE GOSTAR DISSO:

0 comentários:

Postar um comentário